segunda-feira, novembro 13, 2006

Questão!

Qualquer jantar organizado pelas nossas individualidades, para festejo de algo, nem que seja porque alguém é despedido, acaba sempre com o assunto: homens.
Desta vez foi lançada a questão, após mais uma vez, analisarmos as nossas vidinhas sentimentais:

"Mas quando é que vamos apanhar um gajo decente?"

...silêncio... *olhares no horizonte*

Após isto, foi chegar ao Super Xoninha e...
"Depois daquela conversa, precisamos é de música de dor de corno"
*selecciona*
"Põe Rónán Keatting"
*selecciona*
"Pões Rónán Keatting"
*selecciona*
"Isso não é Rónán Keatting!"
*selecciona*
"Põe Rónán Keating"
"Dasss... "Põe Rónán Keatting"! Pega o Rónán Keatting"

Estava eu prestes a pegar no teclado do computador, e começar a bater com ele contra o monitor, de tanta raiva, porque tinha tudo a bloquear pela 3ª vez, quando...

"Patrícia!? Ministério da Agricultura do Desenvolvimento Rural e das Pescas, diz-te alguma coisa?"
"Sim!"
"Tenho aqui o Secretário de Estado Adjunto, para falar contigo... Um Luís Vieira..."

É o que dá dar o nosso contacto. Depois abusam!!! Puff!

sexta-feira, novembro 10, 2006

Foram 5 tubinhos...

de anestesia, o suficiente para tirar o cabrão do dente, a merda do quisto, um pedaço de osso, levar pontos, e andar a cuspir sangue.
Segundo as recomendações do meu querido dentista (chama-se Miguel, mas gosto mesmo dele! Este sim, é de CONFIANÇA!), não posso bochechar, comer coisas quentes, comer para o lado esquerdo, nem fazes esforços.
A parte dos esforços provocou em mim uma expressão de dúvida, que foi refutada com uma resposta "isso podes Tixa! *risos*"

quinta-feira, novembro 09, 2006

Tá'ndare!!!

Dei por mim a pensar, se realmente gostava dele, ou se gostava daquilo que tivemos, e daquilo que podiamos ter tido, se ele não tivesse ido para os esteites!
Andava confusa. Confusa mesmo. Até porque não me lembro de alguma vez na vida, ter gostado assim tanto de alguém, e ter sido tão feliz.
Mas agora acho que passou. Foi assim, de um momento para outro.
E se há coisa que eu gosto em mim, é quando acordo naqueles dias de falta de paciência, e começo a resolver todos os assuntos masculinos pendentes na minha vida, com um "Ta foder que não estou para te aturar". Pena é isso dar-me uma vez por ano.
Depois vem o alívio, o coração leve, e o sorriso provocado pelo desisteresse, sem falar no orgulho de me achar forte, e capaz de me resolver.

sexta-feira, novembro 03, 2006

Por volta da 1 da manhã:

-Tens duas hipóteses: ou ouves com atenção o que te vou explicar, ou ficas cá...
-A dormir?
-Sim
-Como um casal feliz? *ri*
-Ta foder! *ri*
-E dormimos abraçadinhos?! *ri*
-Ta foder! *ri*

Por volta das 2 da tarde:

Ia eu toda atenta a mandar msg, quando... tlim tlim tlim tlim... E era ver-me de rabo para o ar, com um homem a ajudar-me, após ter olhado para mim com cara de "esta besta...".
Estavamos a apanhar moedas de 0.5, porque mandei um pontapé no bonézinho do sinhor, que estava pousadinho no chão, bem na direcção do meu caminho!
Lá devolvi as moedinhas ao sinhor, com ele quase a espetar-me com o boné na cara, com medo que eu fosse fugir ou o carago!
Claro que pedi desculpa, e enfiei novamente a cara no telemóvel, para contar o sucedido.
Pareciam sininhos de Natal, a moedinhas a espalharem-se pelo passeio da rotunda da Boavista!

Por volta das 4 da tarde:

Ligo a um cliente e...
-Boa tarde. Fala Patrícia Gonçalves, estou a falar com o Sr Miguel Agrelos?
-Olá Patrícia! Obrigado por ter devolvido o meu telefonema! É o seguinte...
...
-Fica assim combinado.
-Patrícia...
-Sim?
-Eu... eeeehhh... bem... eu estava chateado com esta situação toda, não tinha nada resolvido, e...
-Sim?
-E depois a Patrícia começou a tratar disto, e... eeeeehhh... Bem, se calhar isto não é muito usual, mas...
-Mas posso ajudar em mais alguma questão Sr Miguel Agrelos?
-Pode. Mas primeiro peço desculpa, antes do que vou dizer...
-*medo*
-A sua voz... e a simpatia... Não me pode dar o seu nº de telemóvel, para falarmos? Se não for possível, eu entendo. Está a trabalhar... Mas tem aí todos os meus dados... o meu número... Por isso...
-*cora*
...

quarta-feira, novembro 01, 2006

yuuuhuuuu! Vicks! *cheira* *cheira novamente* *cheira outra vez* *volta a cheirar* *nariz a arder* *pensa "eu abuso"* *cheira de novo*

Tem sido esta a minha vida, deste ontem à noite.
Pelo menos agora tenho uma desculpa, para andar a cheirar Vicks...
Pena é a voz fanhosa!